terça-feira, 22 de junho de 2010

Jardim Aromático - Parte 3

Plantio e Cultivo


http://mdemulher.abril.com.br/imagem/casa/interna-slideshow/casa-monte-sua-horta-maos-terra.jpg

Solo: Como regra geral, as ervas aromáticos necessitam de um solo solto e poroso, ou seja, prosperam mais em terra seca e aberta do que em terra pesada e húmida. Para assegurar estas condições de crescimento, escolha uma zona do jardim que receba muito sol. De preferência perto da cozinha, onde se pode aproveitar todos os ingredientes frescos que tem à disposição.Tanto no jardim como em vasos, o solo ideal para o plantio de ervas aromáticas deve ser leve, fofo, poroso, bem drenado e arejado, para favorecer a circulação do ar e da água, essenciais para o bom desenvolvimento das plantas. A adição de areia e matéria orgânica à terra comum do jardim, torna-se essencial para garantir essas condições. Dica importante: Antes de encher o vaso ou jardineira com esta mistura, coloque no fundo uma camada de cascalho para garantir a drenagem. A facilidade com que crescem a maioria das ervas aromáticas permite que elas possam ser igualmente plantadas em vasos ou floreiras.



http://www.ipandorinhas.com.br/mural/public/img-1221571537.jpg

Plantio: Algumas ervas podem ser semeadas diretamente no local definitivo, outras devem ser semeadas em sementeiras, para a formação de mudas que serão transplantadas posteriormente. Seja em jardim ou vaso, não há nada mais simples do que semear ervas aromáticas: basta espalhar as sementes no solo arenoso e verificar, poucas semanas depois, o florescimento das plantas.


http://www.rainhasdolar.com/media/1/jardim.jpg

Cuidados: Existem algumas espécies que requerem cuidados específicos ou que se cultivam melhor quando plantadas em conjunto com outras ervas, por isso, informe-se na hora da compra. Casos especiais à parte, depois da sua plantação, um jardim aromático necessita apenas de ser regado periodicamente, especialmente quando o tempo se apresentar mais quente e seco. Lembrando sempre que a adubação orgânica é a mais indicada para este tipo de cultivo. Manter as plantas livres de folhas ou galhos secos, eliminar ervas daninhas ou concorrentes e afofar a terra periodicamente são tratos culturais simples, mas necessários para o sucesso no cultivo de ervas aromáticas. Para assegurar um jardim aromático que floresce todo o ano, saiba que existem muitas ervas que suportam baixas teperaturas, enquanto outras necessitam apenas de serem envasadas e colocadas no interior para continuarem a dar os seus frutos.



Fonte:

http://omeujardim.com/
http://www.astral.oxigenio.com/
http://www.jardimdeflores.com.br/

2 comentários:

Anônimo disse...

Um jardim de ervas aromáticas significa o começo de uma aproximação maior com a natureza.
Só quem conhece as ervas medicinais sabe o poder de cura que elas tem.
http://sites.google.com/site/plantasmedicinaisdaamazonia/

Pedras Decorativas disse...

Excelente blog, apresentas informação muito interessante. Obrigado.