quarta-feira, 25 de novembro de 2009

71ª Festa das Flores de Joinville



Conhecida como Cidade das Flores, Joinville sempre destacou-se por seu cultivo de flores e, por isso, realiza todos os anos a tradicional Festa das Flores , a qual tem um tema diferente a cada ano.
Quando os imigrantes europeus fundaram Joinville em março de 1851, trouxeram como tradição o amor pelas plantas, criando jardins floridos, que permanecem até hoje.


(Vista Panorâmica - 71° Festa das Flores)
Foto divulgação: Karin Ronchi

As orquídeas do país tropical encontradas na Mata Atlântica da época, encantaram a todos. Em 1936 já eram muitos os que cultivam orquídeas trazidas da serra do mar. Resolveram criar um evento que juntasse as plantas de todos em exposição — a primeira Exposição de Flores e Artes (EFA) — realizada entre 28 de novembro e 2 de dezembro de 1936. Junto das plantas e flores foram expostos objetos antigos, moedas, selos, trabalhos dos artistas plásticos locais.

Joinville então contava com 30 mil habitantes que conservavam hábitos trazidos da Europa no clima da cidade de interior. Mais tarde, foi criada a Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas (AJAO), a qual é uma das organizadoras do evento, assim como a Prefeitura de Joinville.
Hoje, a maior cidade de Santa Catarina, com aproximadamente 500 mil habitantes, reúne características distintas e encantadoras. É um moderno centro urbano e pólo industrial que ainda conserva traços de sua colonização européia, com jardins floridos e casas em estilo enxaimel.


(Orquídeas Campeãs)
Foto divulgação: Karin Ronchi

A 71ª Festa das Flores de Joinville aconteceu entre os dias 17 à 22 de novembro no Complexo da Expoville. Cerca de 200 mil pessoas tiveram a oportunidade de conhecer mais de 50 mil flores expostas no evento, que teve entrada franca. Com mais de 4,5 mil exemplares selecionados por expositores nacionais e internacionais, a flor símbolo de Joinville, a orquídea Laelia Purpurata, foi uma das mais procuradas pelos amantes das flores.


(Laelia Purpurata)
Foto divulgação: Karin Ronchi

Na edição deste ano, uma mostra homenageou também os 180 anos de imigração alemã em Santa Catarina. Pratos típicos da culinária germânica foram servidos e apresentações de dança e shows gratuitos fizeram a alegria dos visitantes.

0 comentários: